Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de um café mal tirado

Crónicas de um café mal tirado

05
Ago17

Viagem ao Fim do Coração (2014) - Opinião

Crónicas de um café mal tirado

capa_Viagem ao fim do coracao_300dpi.jpg

 

Sinopse:


Luísa ainda era uma adolescente. Tiago já era um jovem adulto. Conheceram-se na solidão de uma pequena praia, na margem de um rio. Tinham em comum uma relação familiar traumática. Num caso, o trauma do amor dos pais. No outro, o trauma do ódio dos pais. 
Conheceram-se num dia que pareceu conter uma vida inteira. Mas teriam ficado separados para sempre, se a invisível linha de uma doença que rói o corpo e anuncia a morte não os tivesse voltado a ligar, dezasseis anos depois. 
Luísa e Tiago podem até redescobrir o amor, mas apenas se a silenciosa presença das metástases não se alastrar aos seus corações. 
Viagem ao Fim do Coração é mais do que uma comovente história de amor. É a recriação de um admirável mundo de pais e mães, filhos e irmãos, ódios e amores. Revela os pesadelos de um cancro injusto, mas não abdica do que é humano e essencial, o sonho. 

Num romance toda a nossa vida: como a queremos, como às vezes não a queremos

Há livros que entram na nossa vida em determinada altura como que um sinal...
Um rapaz e uma rapariga conhecem-se e quis o destino que seguissem caminhos diferentes. 16 anos depois reencontram-se e despoltam sentimentos que nem sabiam que existiam.
Para tornar a coisa mais real (sim porque isto estava muito cor de rosa ) aborda temas como violência física e psicologia, alcoolismo, expectativas dos pais em relação aos filhos e a influência da educação na nossa vida e formação na nossa vida. 
Um livro que aborda também um tema muito pesado: cancro. Acho que todos nós já tivemos pessoas na família, mais ou menos próximos, com esta doença e aqui claramente, o dia-a-dia , as frustrações, a esperança face à doença é relatada de uma forma real. Esta história é baseada/inspirada num caso real.
Um livro de leitura muito fácil, apesar de no final começar a "engonhar"...eu só queria saber o que acontece à Luísa!!!!

06
Fev17

Feira de Livro Dado (2º Edição)

Crónicas de um café mal tirado

16179350_1391942557514415_2233247804232062691_o.jp

 

Quem é que se lembra da 1º edição da Feira do livro dado que houve em Outubro? Eu adorei a ideia e fui lá  .Recordo-me na altura que a ideia era apenas uma experiência, nunca tinha sido feita e se corresse bem iriam repetir. Mais uma vez vou lá estar e incentivar as mais pessoas a não perderem esta oportunidade! 

 

Para as pessoas com pouca orientação como eu deixo aqui um mapa , porque recordo-me que apesar de conhecer bem a zona andei lá às voltas 

casa da esquina.jpg

Vais marcar a tua presença? #CasadaEsquina#FeiradoLivroDado

26
Jan17

Viver Depois de ti (2013) Opinião livro

Crónicas de um café mal tirado

Viver depois de ti.jpg

Louisa Clark é uma jovem com uma vida banal - um namorado estável, trabalhador e uma família unida - que nunca saiu da aldeia onde sempre viveu. Quando fica desempregada, vê-se obrigada a aceitar um emprego em casa de Will Traynor, que vive preso a uma cadeira de rodas, depois de um acidente. Ele sempre tinha vivido de um modo trepidante - grandes negócios, desportos radicais, viajante incansável - agora tudo isso ficou para trás.

Will é mordaz, temperamental e autoritário, mas Lou recusa tratá-lo com complacência e em breve a felicidade e o bem-estar dele tornam-se muito mais importantes do que ela esperaria. No entanto, quando Lou descobre que Will tem planos inconfessáveis para a sua vida, ela luta para lhe mostrar que ainda assim vale a pena viver.

Em Viver depois de ti, Jojo Moyes aborda um tema difícil e controverso, com sensibilidade, obrigando-nos a refletir sobre o direito à liberdade de escolha e as suas consequências.

Quando o filme estreou eu queria ler primeiro o livro.Confesso que já sabia o final ( porque não se falava noutra coisa) mas isso não fez com que o  interesse pela história diminuísse.

Controvérsias à parte ( quem tem razão) o que gostei nesta escrita é ser leve (apesar de tratar de um assunto pesado) e do sentido de humor das personagens.Dei por mim a não querer sair da história. Gostei muito da parte inicial em que ela descreve como é trabalhar num café, quem o faz vai se identificar claramente naquelas páginas.

 

Um livro que nos faz sair da zona de conforto, que nos mostra uma realidade que raramente temos conhecimento( a forma como os tetraplegico vivem e como é difícil viver). Há pessoas que mudam a nossa vida para sempre pelas mensagens que nos transmitem! 

 

Há certas alturas em que queremos livros mais leves mas interessantes .Este é uma optima opção !

Quero ler mais livros desta escritora.

25
Jan17

O livros definem-nos como pessoas?

Crónicas de um café mal tirado

WP_20170125_11_53_19_Pro.jpg

 

Recebi a biblioteca de duas pessoas (cerca de de 130 livros) . Sem entrar em pormenores e analisando muito superficialmente as obras em sí. O escritor preferido era Mia Couto, Susana Tamaro e Milan Kundera. Há uma predominância de  autores da Ameriaca Latina (Isabel Allende,Sandra Sabanero, Luis Sepúlveda).

 

Há também a presença de clássicos como os Maias, Cem Anos de Solidão, e Ressurreição de Tolstoí e dois de Charles Dickson.

Vou partilhar alguns com as pessoas que junto de mim têm o mesmo gosto pela leitura porque só assim faz sentido!

 

10
Jan17

Cem Anos de solidão - Opinião

Crónicas de um café mal tirado

 

117694464SZ.jpg

 

Sinopse:


"Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o coronel Aureliano Buendía haveria de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou a conhecer o gelo."
Com estas palavras - tão célebres já como as palavras iniciais do Dom Quixote ou de À Procura do Tempo Perdido - começam estes Cem Anos de Solidão, obra-prima da literatura contemporânea, traduzida em todas as línguas do mundo, que consagrou definitivamente Gabriel García Márquez como um dos maiores escritores do nosso tempo.
A fabulosa aventura da família Buendía-Iguarán com os seus milagres, fantasias, obsessões, tragédias, incestos, adultérios, rebeldias, descobertas e condenações são a representação ao mesmo tempo do mito e da história, da tragédia e do amor do mundo inteiro.

 

Surgiram boatos junto das minhas amigas leitoras de que não gostei deste livro ( ainda hoje sofro de bullying) será que tenho de fazer uma tatuagem destas? 

cem-anos.jpg

 

Em primeiro lugar percebo o porque deste livro estar sempre naquelas listas " livros que tens que mesmo ler"! SIM EU LI ESTE LIVRO 

Um livro com uma escrita simples mas complexa ao mesmo tempo. Um livro "carente" tens de estar ali só para ele, se não ficas pelo caminho...Uma narrativa super intensa, está sempre algo a acontecer!

 

O livro torna-se complexo porque fala sobre uma família de 7 gerações durante pelo menos 100 anos. Durante este 100 anos os nomes das personagens vão se combinando entre si o que vai dar aqui uma grande salganhada e uma cábula destas vai ser uma mais valia para a sua compreensão e para acompanhar a história mais facilmente.

 

sete-geracoes-cem-anos-solidao_arvore.jpg

 

Aqui podes encontrar uma personagem que comia terra e cal  e que apareceu à porta dos com um saco com os ossos dos pais.

 

5592_640.jpg

 

a uma que fazia trabalhos em costura 

52e22a96bc52ac956de36adf6bcc85fe.jpg

 

 

um "muito bem dotado" e que fazia muito sucesso com as mulheres..e que apaeeceu todo tatuado depois de uma viagem que fez

tumblr_lz9b15wyWs1qcqg6wo4_1280.jpg

 

 

 

 Um que fazia peixinhos em ouro

tumblr_lz9b15wyWs1qcqg6wo3_1280.jpg

Apesar do realismo fantástico não ser um dos meus estilos preferidos e as personagens estarem sempre em grandes dramas e azares, ainda assim é com grande orgulho que digo que li este livro  ( sinto-me uma pessoa culta)!

 

Uma curiosidade final sobre esta familia: bebem café sem açucar 

 

 

 

08
Nov16

Conhecer melhor Afonso Cruz

Crónicas de um café mal tirado

14852905_y0JVu.jpeg

 

É normal queremos conhecer melhor  a pessoa que escreve os livros que adoramos (daí a curiosidade acerca da identidade da(o) escritor(a) do momento Elena Ferrante, mas essa ficará para outra altura) 

 

Hoje venho partilhar uma entrevista de Afonso Cruz que dura quase uma hora e meia mas a conversa é tão interessante que não dás pelo tempo a passar, ora vejam !

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Crónicas de um café mal tirado's books

Venenos de Deus, Remédios do Diabo
The Girl on the Train


Crónicas de um café mal tirado's favorite books »

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.