Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de um café mal tirado

O Melhor de Livro de Sempre!

23.02.16, Crónicas de um café mal tirado

Book-Wallpaper-reading-37168982-1280-800.jpg

 

Sabes aquele livro que tu te  lembras sempre que alguém te pergunta uma sugestão de livros para ler? 

Aquele livro que te «encheu as medidas» , que te deixou sem palavras. Aquele de que te recordas com MUITA SAUDADE 

Já fizeste um zapping à tua estante rapidamente mentalmente? 

 

Partilha comigo! Anda lá !!! Por favor...

 

3 comentários

  • Muito obrigada pelas sugestões
    Fiquei de olhos no " O Monte dos Vendavais " de Emily Bronte
    e em " A Insustentável leveza do Ser " de Milan Kundera .
    Belas dicas !
  • Imagem de perfil

    #HOTDEVIL

    03.03.16

    De nada ! " O Monte dos Vendavais " olha eu fui explicadora durante dois anos e o livro era complicado. Os miúdos não queriam pegar nele etcetera, Eu acabei por munir-me mesmo do Tom Hardy e da Charlote Riley que são as personagens perfeitas. Juntei a isso a música de Kate Bush " wuthering heights " e esta tripla combinação fez os miúdos interessarem-se pela história apresentarem-na a turma e ainda lhes deu dezoito de nota lol... O livro em si está dividido em duas gerações. Na altura que foi editado foi sob um pseudónimo masculino e, ainda assim, foi vetado e queimado dado a crueldade com que fora escrito. Quando souberam que havia sido escrito pela filha de um pároco de Yorkshire o escândalo ainda foi pior, mas Charlotte partiu em defesa da sua irmã e da obra. Alguns anos mais tarde tornou-se um clássico da literatura devido a sua moral implícita que é muito boa; a segunda geração consegue evitar a tragédia da primeira e efetivamente perdoar... A " Insustentável Leveza do Ser " é muito bom mas extremamente existencialista, aliás Jean Paul Satre é focado muitas vezes. Em redor de Tomas, Sabrina e Teresa foca-se toda a história. Sabina representa a leveza da existência através da relação descomprometida que Tomás mantêm com a mesma e Teresa o peso da existência humana, visto que Tomás não consegue abandoná-la desde o primeiro minuto que a vê e experimenta aí a subjugação humana. Como te disse, o livro possui muitas tiradas filosóficas. Já agora deixo-te aqui dois LINKS que te poderão elucidar acerca dos " Montes dos Vendavais " ;)

    Eu demorei anos até me aperceber que esta música era acerca do livro. O " Monte dos Vendavais " há anos que é tido por um conto gótico devido a uma cena fantasmagórica logo no início lol daí a canção da Kate Bush

    https://www.youtube.com/watch?v=xfLi4BGiKYs

    Eu li primeiro o livro depois vi o filme

    https://www.youtube.com/watch?v=gPVSLjmQr28

    Duas particularidades interessantes :

    - Existem mais de dez filmes retratados no cinema com este clássico da literatura.

    - Segunda particularidade mais interessante. O livro foca-se na infância das personagens e é na adolescência que se apaixonam e depois respetivamente nos seus dezoito/dezanove anos que tudo se passa, todavia, em todas as obras cinéfilas foi impossível retratar uma história com personagens no cinema daquela idade, como tal, avançaram sempre as IDADES dos protagonistas para acima dos 25 anos: compreensível mas engraçado !
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.