Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas de um café mal tirado

Crónicas de um café mal tirado

28
Mai18

Escritores Portugueses Hot

Crónicas de um café mal tirado

8cd405aa815120abcdb2268fc50fa73a--reading-is-sexy-

 

 

Ok... posso-vos ter induzido em erro...posso ter exagerado um bocadinho...mas ao contrário daquilo que as pessoas pensam ( principalmente as novas gerações) os escritores portugueses não são todos velhos e feios!  Já que estão por aqui fiquem para para ver! 

Por ordem alfabética...

 

 

Afonso Cruz 

 

 

recurso.gif

 

Além de escritor, Afonso Cruz é também ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb. Nasceu em 1971(47 anos) , na Figueira da Foz, e viria a frequentar mais tarde a Escola António Arroio, em Lisboa, e a Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, assim como o Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira e mais de cinquenta países de todo o mundo. Já conquistou vários prémios: Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco 2010, Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2009, Prémio da União Europeia para a Literatura 2012, Prémio Autores 2011 SPA/RTP; Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração 2011, Lista de Honra do IBBY – Internacional Board on Books for Young People, Prémio Ler/Booktailors – Melhor Ilustração Original, Melhor Livro do Ano da Time Out 2012 e foi finalista dos prémios Fernando Namora e Grande Prémio de Romance e Novela APE e conquistou o Prémio Autores para Melhor Ficção Narrativa, atribuído pela SPA em 2014.

 

É o meu escritor preferido por isso dispensa apresentações .

 

Jesus Cristo Bebia Cerveja

Flores

Nem todas as baleias voam

Os livros que devoraram o meu pai

 

 

 

Bruno Vieira Amaral 

 

image (1).jpg

Tem 40 anos.O seu romance de estreia, As Primeiras Coisas, valeu-lhe o Prémio de Livro do Ano da revista TimeOut (2013), o Prémio Fernando Namora 2013, o Prémio PEN Narrativa 2013 e o Prémio Literário José Saramago 2015.

 

Nunca li nada mas está na minha lista de próximas leituras.

 

 

 

 

 

José Luís Peixoto

 

joseLpeixoto-692x360.jpg

 

José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974(44anos)
É um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras.
Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance Nenhum Olhar. Em 2007, Cemitério de Pianos recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com Livro, venceu o prémio Libro d'Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu publicado no ano anterior, e em 2016 recebeu, no Brasil, o Prémio Oeanos com Galveias. As suas obras foram ainda finalistas de prémios internacionais como o Femina (França), Impac Dublin (Irlanda) ou o Portugal Telecom (Brasil). Na poesia, o livro Gaveta de Papéis recebeu o Prémio Daniel Faria e A Criança em Ruínas recebeu o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012, publicou Dentro do Segredo, Uma viagem na Coreia do Norte, a sua primeira incursão na literatura de viagens. Os seus romances estão traduzidos em mais de vinte idiomas.

 

Dispensa apresentações, é dotado de uma escrita muito própria e original. Um escritor que quero explorar mais.

 

 

 

João Tordo

 

joao-tordo.jpg

João Tordo nasceu em Lisboa em 1975( 43 anos). Licenciou-se em Filosofia e estudou Jornalismo e Escrita Criativa em Londres e Nova Iorque. Em 2001, venceu o Prémio Jovens Criadores na categoria de Literatura. Publicou os romances O Livro dos Homens sem Luz (2004); Hotel Memória (2007); As Três Vidas (2008), que recebeu o Prémio Literário José Saramago e cuja edição brasileira foi, em 2011, finalista do Prémio Portugal Telecom; O Bom Inverno (2010), finalista do prémio Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores e do Prémio Literário Fernando Namora e cuja tradução francesa integra as obras seleccionadas para a 6.ª edição do Prémio Literário Europeu; e Anatomia dos Mártires (2011), finalista do Prémio Literário Fernando Namora, entre outros.
O Deslumbre de Cecilia Fluss marca o fim da trilogia composta pelos romances O Luto de Elias Gro e O Paraíso Segundo Lars D. Os seus livros estão publicados em França, Itália, Brasil, Sérvia e Croácia. Trabalha como cronista, tradutor, guionista e formador em workshops de ficção.

 

A minha próxima leitura vai ser As três vidas que pelo que li é uma das melhores obras deste escritor. É filho do cantor Fernando Tordo.

 

 

João Ricardo Pedro

 

656x492.jpg

João Ricardo Pedro nasceu em 1973( 45 anos), na Reboleira, Amadora. Curioso acerca da força de Lorentz, licenciou-se em Engenharia Eletrotécnica pelo Instituto Superior Técnico. Durante mais de uma década, trabalhou em telecomunicações sem, no entanto, alguma vez ter aplicado as admiráveis equações de Maxwell. Na primavera de 2009, em consequência do carácter caprichoso dos mercados, achou-se com mais tempo do que aquele de que necessitava para cumprir as obrigações do quotidiano. Num acesso de pragmatismo, começou a escrever. "O Teu Rosto Será o Último" é o seu romance de estreia.

 

Não conheço mas possivelmente vou ler este livro que foi prémio Leya 2011.

 

 

 

Nuno Amado 

GetResource.gif

Nuno Amado nasceu em Lisboa, onde se licenciou em Psicologia Social e das Organizações e Psicologia Clínica. É doutorado em Psicologia do Desenvolvimento pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada/Universidade Nova.
Actualmente divide a sua actividade entre a prática clínica e o ensino, ocupando a posição de Professor Adjunto no Instituto Superior de Educação e Ciências. As suas actividades de investigação têm-lhe permitido publicar e participar em vários congressos científicos em Portugal e no estrangeiro. No nosso país, é pioneiro no estudo da Psicologia do Amor.
Diz-me a Verdade Sobre o Amor é o seu primeiro livro

 

 

 

 

 

Pedro Chagas Freitas 

 

Pedro-Chagas-Freitas.jpg

 

Pedro Chagas Freitas é um gajo que escreve cenas.
Está publicado em mais de uma dezena de países e é um dos autores mais vendidos em Portugal, em Itália e no Brasil.
Inventou jogos didáticos de escrita criativa.
Não aprecia más-pessoas e tende a não conseguir cumprimenta-las.
Faz tudo o que pode para fazer o que lhe apetece.

 

Quem nunca viu livros deste escritor anda muito distraído...nunca li nada e das criticas que tenho lido é que ou gostam muito ou que é muito intenso para ser livro de uma só vez...como disse a minha amiga Andreia Fernandes é muito amor de uma só vez...tem que ser doseado...

 

 

O que me dizem dos nossos escritores? Afinal o que é nacional é bom?

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Crónicas de um café mal tirado's books

Venenos de Deus, Remédios do Diabo
The Girl on the Train


Crónicas de um café mal tirado's favorite books »

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.