Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de um café mal tirado

Enquanto Houver Estrelas no Céu - Opinião

09.08.15, Crónicas de um café mal tirado

enquanto houver estrelas no ceu.jpg

 

Sinopse
 
Desde sempre, Rose, ao entardecer, olhava o céu em busca da estrela da tarde. Era aquela estrela, agora que a sua memória a estava a abandonar, que lhe permitia recordar-se de quem era e de onde vinha; que a transportava para os seus dezassete anos, para uma confeitaria nas margens do Sena. Ninguém conhecia a sua história, nem sequer a sua neta, Hope. Num dos seus raros momentos de lucidez sente que é importante falar-lhe de um passado longínquo, que manteve em segredo durante setenta anos e que em breve ficará perdido para sempre. 
Munida de uma lista de nomes e de fragmentos de uma vida, Hope parte para Paris em busca de respostas. 
 
Para Hope esta será também uma viagem de descoberta: de tradições religiosas há muito diluídas, de histórias vividas numa Paris ocupada onde o amor sobrevive e, sobretudo, da sua capacidade de recomeçar e acreditar em si mesma. 

 

 

Quando ía a sair da biblioteca, já com alguns livros na mão um deles A Minha Pequena Livraria  olhei para uns expositores onde costuma ter sugestões/ novidades e estava este livro. Li a frase da capa e convenceu-me

Enrosque-se no sofá com uma chávena de chá, um bolo e devore este livro - vai  adorar

Novelicious

E não é que quem escreveu esta frase tem muita razão!

Um livro de esperança, em que nos mostra que o futuro pode ser melhor, basta acreditarmos nisso . Uma histórias onde nos apercebemos que  as religiões (judaica, muçulmana, cristã)  andam lado a lado e que se ajudam em nome da sobrevivência e da liberdade.

Uma história de amor triste mas verdadeiramente encantadora. Triste porque os protagonistas viveram o Holocausto.

Uma viagem de descoberta e que nos leva a um futuro melhor.