Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de um café mal tirado

A minha avó a espalhar charme!

24.02.17, Crónicas de um café mal tirado

keep-calm-e-espalha-charme-1.png

 

Já falei aqui várias vezes da minha avó. Como ela já tem uma legião de fãs e é muito popular (isto fica para outro post) trago-vos mais uma história.

Fui com ela ao banco assinar uns papéis. Como ela já vê muito mal (mas reconhece toda a gente pela voz, está mais lúcida que eu ) e tem artrose nas mãos já não consegue assinar o nome dela, posto isto, tem que se fazer o reconhecimento da assinatura pela impressão digital. 

Estávamos nós no banco a ser atendidas por um rapaz (digo rapaz porque não deveria ter mais de 30 anos, é rapaz não é?) muito educado e atencioso, quando vamos a proceder o reconhecimento da impressão digital ele diz para a minha avó:

 

«Posso pegar na sua mão? Não lhe vou pedir a mão porque isso já foi pedido há muito tempo...depois tinha que me pôr aqui de joelhos!».

4 comentários

  • É verdade, foi numa cidade pacata (Cantanhede) isto nas grandes cidades não sei se acontece. Mas foi engraçado .
  • Imagem de perfil

    miss queer

    24.02.17

    se acontece, nunca tive o privilégio de assistir a nenhum ato tão ternurento! :)
  • Nem toda a gente consegue ter esta empatia com as pessoas mais velhas. Mas eu avisei eu disse que a minha avó tem uma legião de fãs e é popular
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.