Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de um café mal tirado

Sex | 30.12.16

Desafio 365 Fotos#364

Crónicas de um café mal tirado

100Montaditos--644x362.JPG

 

E quando tu acabas de fazer exercício físico, ficas toda contente com a tua proeza e te ligam a perguntar: queres ir jantar fora?

sim   e esperamos que estas calorias fiquem em 2016 ! 

 

O sítio já estava escolhido 100 Montaditos . É um conceito novo que veio de Espanha. Quando entramos damos de caras com um espaço bem decorado e acolhedor. É nos apresentado um menu com tanta informação que quase pareceia que estava a fazer um teste de escolha múltipla e tínhamos de ler tudo com muita atenção  não podíamos errar !

É te apresentada uma folha onde colocas o teu nome e na prática é uma lista com 100 mini sandes (100 montaditos)  todas diferente ,escolhes a bebida e o acompanhamento. Depois fazes e pré-pagamento e ficas à espera que façam o teu pedido e que te chamem. A cozinha é aberta e tens de ser tu a levantar o teu pedido ( uma forma de poupar mão de obra porque não há serviço de mesa )

 

 

WP_20161229_21_02_40_Pro.jpg

WP_20161229_21_02_22_Pro.jpg

 

 

WP_20161229_21_10_15_Pro.jpg

WP_20161229_21_15_11_Pro.jpg

As sobremesas que sem dúvida são originais

 

WP_20161229_21_47_03_Pro.jpg

Não fiquei fã do conceito mas é interessante...é uma coisa diferente 

 

 

 

 

Qui | 29.12.16

A Luz Entre Oceanos (2016) The Light Between Oceans - Opinião

Crónicas de um café mal tirado

Untitled-1.jpg

 

Sinopse:

“A Luz entre Oceanos” acompanha o faroleiro Tom Sherbourne (Michael Fassbender) e a sua esposa Isabel (Alicia Vikander), um casal feliz que vive numa ilha na costa da Austrália, no período após a Primeira Guerra Mundial. O maior desejo de Tom e Isabel é poderem trazer uma criança ao mundo, mas depois de Isabel abortar, perderam a esperança de que tal possa acontecer. No entanto, um dia o casal resgata uma menina que deu à costa, sozinha num barco a remo. Os dois decidem chamá-la de Lucy e adotá-la como sua filha. Depois de anos de felicidade, Tom e Isabel, numa visita ao continente, encontram a viúva Hannah Roennfeldt (Rachel Weisz) que perdeu o marido e a filha no mar. Torna-se claro para Tom que Lucy é filha de Hannah, e ele sente que é o seu dever devolver a criança à mãe. Mas Isabel não quer que a sua família feliz seja destruída. Um maravilhoso sonha transforma-se então num pesadelo, trazendo à superfície questões difíceis sobre o casamento e a paternidade.
 
Quando vi este cartaz ele seduziu-me à primeira vista...quando vi o trailer fiquei intrigada...quando vi o filme fiquei rendida! É impossível ficar indiferente a este filme 
Com uma história muito forte e bastante triste.Sem qualquer julgamento de valor, por vezes temos que fazer escolhas algumas erradas mas «O coração tem razões que a própria razão desconhece» Blaise Pascal.
 
Inicialmente a história é bastante parada mas tu vais queres saber o que acontece com aquelas pessoas que já te cativaram. Com grandes interpretações de Michael Fassbender e Alicia Vikander ( que volta a brilhar depois de provar o seu talento em A Rapariga Dinamarquesa
 
Com fotografias fantásticas e um guarda-roupa interessante 

 

fotografias luz entre oceanos.jpg

 

 

Um dramalhão daqueles a não perder 

 

 

 

 
 

 

Sex | 23.12.16

A mãe é que sabe (2016) - Opinião

Crónicas de um café mal tirado

400403_pt.jpg

 

 

Sinopse:

Regras são regras e A MÃE É QUE SABE. Um típico almoço de aniversário dá para o torto quando Ana Luísa se começa a lembrar de episódios caricatos da sua infância e adolescência. Entre sopas de cenoura, idas à praia, conselhos de mãe, namoros e casamentos, ela pensa nas coisas que podia ter mudado no seu passado. Mas estas recordações vão ter efeitos inacreditáveis. Esta é uma comédia familiar com universos paralelos e fanáticos de futebol, num divertido retrato do Portugal dos anos 70 aos nossos dias. E pensando bem, há coisas que é mesmo melhor não mudar, pois no fim de contas é sempre… A MÃE É QUE SABE!
 
O cinema português está a mudar!  E olhem que não estou a falar de cor , sempre vi todos os filmes portugueses que posso...ou os que consigo (porque há uns que ...minha nossa...) 
 
Logo que vi o trailer achei piada mas estava com receio que fosse só mesmo aquilo . Um filme super leve e divertido mas sem ser parvo. O filme passasse todo praticamente numa mesa de um almoço de aniversário( não fossemos nós portugueses que gostamos de comida!) com pequenos  flashs do passado ( mais concretamente nos anos 70) . Foca muito na educação que as nossas mães nos transmitiam mas com um toque de humor.
 
Todos os actores estão muito bem mas para mim os que se destacam são Joana Pais de Brito , que tem uma voz que se enquadra perfeitamente e a sua personagem, que sem duvida comanda a história, para que não haja duvidas que a mãe é que sabe.
Depois temos a tia que tem problemas de memória ( ou demência ) que é interpretada por Maria Manuela que é muito engraçada ( todos nós temos uma tia destas na família ).
 
Este filme que claramente cumpre a sua função, entreter e divertir. Uma optima sugestão para ir ver ao cinema nestas férias de natal 
 

 

 
 
Ter | 20.12.16

Cantar (2016) Sing -Opinião

Crónicas de um café mal tirado

335797_pt.jpg

 

«Há muito que o coala Buster Moon gere um grande teatro. Se em tempos o local foi grandioso e muito bem frequentado, hoje encontra-se à beira da ruína. Determinado a não desistir do grande projecto da sua vida, Buster tem uma ideia genial: criar um concurso de cantores. Assim, anuncia uma competição onde, para além de um prémio de cem mil dólares, qualquer um pode mostrar o seu valor e cantar para uma grande plateia de entendidos. O concurso vai trazer uma série de talentos escondidos nas criaturas mais inesperadas, alguns mais interessados no prémio, outros esperançosos em mudar as suas vidas e dar largas às suas ambições artísticas. Entre a pandilha de candidatos, vamos conhecer um rato arrogante e muito ambicioso, uma tímida elefante com pânico do palco, a extraordinariamente cansada mãe de 25 leitões, um jovem gorila pertencente a uma família de mafiosos que se quer afastar do mundo do crime e uma porco-espinho punk que tem a sua própria banda de rock alternativo. Cada um deles decide que é chegado o momento de se libertar da monotonia da sua vida e mostrar ao mundo o seu valor…
 
Na versão dobrada em português, dão voz aos personagens Áurea, Anselmo Ralph, Marisa Liz e Mickael Carreira (jurados do programa The Voice Portugal), Catarina Furtado e Vasco Palmeirim (os apresentadores), Deolinda Kinzimba (vendedora da terceira edição) e ainda os actores Fernando Luís e António Machado.
 
Fui desafiada a ver este filme e só posso dizer que valeu muito a pena. Muito divertido, um momento muito bem passado. Há uma cena que achei um bocado violenta  (também já me disseram que as crianças hoje em dia vêem coisas piores) 
 
Uma optima sugestão para ir ao cinema neste natal em família com os mais pequenos 
 

 

 

 

Dom | 11.12.16

O Panda a Espalhar o Terror

Crónicas de um café mal tirado

0602537337712.jpg

 

Estou capaz de rogar uma praga («pukunina») ao panda. Todos anos a cena repete-se , o shopping é invadido pela «gang do leite achocolatado», e as crianças ficam hiperativas 

Quando eu era criança não havia Panda mas possivelmente se o Bocas os as personagem da Rua Sésamo tivessem um espetáculo destes  era o delírio certamente 

 

 

Pág. 1/2