Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de um café mal tirado

Sab | 28.11.15

Quero um Euromilhões comprido

Crónicas de um café mal tirado

Um cliente habitual aproximou-se do quiosque todo sorridente e disse:

 

«Quero um euro milhões comprido » 

 

Não sei se é porque saiu aqui em Coimbra o euromilhões ou se para a pessoas em questão beber um café cheio é como ganhar o euromilhões mas foi isso que eu deduzi. Tirei um café quase cheio o senhor bebeu e foi à sua vida todo contente. Também ...pudera a beber assim um euromilhões !!

Sex | 27.11.15

O Prisioneiro de Céu - Opinião

Crónicas de um café mal tirado

111017999_1GG.jpg

Sinopse
 
Barcelona, 1957. Daniel Sempere e o amigo Fermín, os heróis de A Sombra do Vento, regressam à aventura, para enfrentar o maior desafio das suas vidas. Quando tudo lhes começava a sorrir, uma inquietante personagem visita a livraria de Sempere e ameaça revelar um terrível segredo, enterrado há duas décadas na obscura memória da cidade. Ao conhecer a verdade, Daniel vai concluir que o seu destino o arrasta inexoravelmente a confrontar-se com a maior das sombras: a que está a crescer dentro de si.

Transbordante de intriga e de emoção, O Prisioneiro do Céu é um romance magistral, que o vai emocionar como da primeira vez, onde os fios de A Sombra do Vento e de O Jogo do Anjo convergem através do feitiço da literatura e nos conduzem ao enigma que se esconde no coração de o Cemitério dos Livros Esquecidos.
 
Um livro que começa e acaba em mistério...Em relação A Sombra do Vento diria que é mais superficial, não desenvolve tantos os capítulos nem a acção. 
Um livro de fácil leitura que nos mostra o fascínio dos livros (Cemitério dos livros esquecidos)  e que nos prende mais uma vez com a personagem Fermín, muito caricata e cheia de humor.
A cumplicidade entre Daniel e Fermín  mostra-nos o valor da verdadeira amizade.
Este autor passou a ser uma das minhas referências.
Vou recomendar a leitura destes dois livros a toda a gente que gosta de uma boa história
 
Recomendo!
 
 
Qui | 26.11.15

Indústria Indiana de Reciclagem de Roupa

Crónicas de um café mal tirado

 

 

Por acaso eu não sou das pessoas que mais contribui para este fenómeno de reciclagem uma vez que não compro assim tanta roupa e a que compro é muito bem pensada.Ainda assim com a minha recente descoberta pelo fascínio do mundo dos tecidos vale a pena ver e reflectir.

Aqui estamos perante o mundo do consumo e o país onde esta reciclagem é feita. É impressionante as diferenças culturais!

Mais uma vez concluo que tenho sorte de ter nascido em Portugal, onde ainda assim,  conseguimos estar no meio deste extremos, para o bem e para o mal...

 

Vejam!

 

 

Dom | 22.11.15

Alta Definição - Fernando Santos

Crónicas de um café mal tirado

A minha cultura futebolística resume-se a  ver a parte final do telejornal ( o que mostra que eu sou uma pessoa informada  ) a mandar cada salto quando alguém grita « GOOOLOOOOOOOOOOOOO»  aqui em casa ou no shoping quando estou a trabalhar   a fazer perguntas estúpidas às pessoas  entendidas de futebol que rodeiam e a ver este tipo de programas...vejam é interessante! 

 

 

Dom | 22.11.15

Pode arquivar!

Crónicas de um café mal tirado

Chega um cliente de domingo todo pimpão. E diz:

 

"Vende-me um café?

 

 

( Mas quê, podemos recusar?  )

 

Depois de todos os processos legais da venda de um café, vou a entregar o talão ao qual o cliente que me responde:

 

"Pode arquivar !»

 

( Mas quê, agora arquivamos talões?  onde é que está o dossiê?)

Qui | 19.11.15

Hidro-humor # 4

Crónicas de um café mal tirado

Normalmente nas nossas aulas vamos  fazemos uma coreografia que vai sendo construída ao longo da aula. Coisas simples.

 

No final da aula nós já a querer «encostar às boxes» e o professor diz:

 

«Agora vamos fazer tudo do inicio»

 

Uma senhora que estava ao meu lado teve um desabafo muito espontâneo ( falou baixinho...)

 

«Oh que cara**o» 

Pág. 1/3