Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de um café mal tirado

Crónicas de um café mal tirado

22
Fev17

Fui ao circo por um euro !

Crónicas de um café mal tirado

malabarismo.jpg

 

Sou contra dar «uma moedinha» aos arrumadores de carros sob pena de me riscarem o carro. Por consequente, fujo dos arrumadores (quando eles não ajudam rigorosamente em nada, porque há circunstancias em que ajudam) como o diabo foge de cruz . 

Por isso se virem alguém a estacionar muito rapidamente e a afastar-se do carro ainda mais rápido sou eu!

É uma mistura destes dois

 

 

Esta semana quando tive de passar ali na zona da rotunda da casa do sal fui presenteada com os espetáculo de acrobacia enquanto esperava pelo verde. Já não é a primeira vez que vejo esta forma de arte, mas desta vez fiz uma coisa diferente, dei um euro para agradecer. E vocês perguntam mas não és contra dar «moedinha»? Sim, sou contra e continuo a ser mas independentemente do que estas pessoas façam ao dinheiro e do tempo que eles estão ali, só o facto de mudarem a vida das pessoas por uns segundos, pelo facto de conseguires abstrair da correria do dia-a-dia já faz diferença.

Dei uma moeda porque as pessoas que fazem estas acrobacias utilizam aquilo que sabem fazer, para ganhar uns trocos e não obrigam ninguém a contribuir.

Fiz este gesto para apoiar os artistas em Portugal, uma classe muito pouco valorizada e tão importante e a arte que nos torna pessoas mais humanas.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

365 Fotos no Intagram

Sigam-me

Crónicas de um café mal tirado's books

Venenos de Deus, Remédios do Diabo
The Girl on the Train


Crónicas de um café mal tirado's favorite books »

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.